Projeto VERSUS da Rede Unida na UFMS/CPTL

Postado por: Gestor do Site

No período de 02 a 10 de fevereiro de 2018, o Campus de Três Lagoas (CPTL)/UFMS estará sediando as atividades do projeto VERSUS da Rede Unida. Trata-se de um projeto em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde de Três Lagoas e Secretaria Municipal de Saúde de Campo Grande, sendo organizado em Três Lagoas pela equipe do PET Saúde GraduaSUS.

As atividades ocorrerão nas unidades de saúde da rede pública de Três Lagoas e de Campo Grande, contando com a participação de 20 viventes em Campo Grande e 12 viventes em Três Lagoas.

Os estágios e vivências constituem importantes dispositivos que permitem aos participantes experimentarem um novo espaço de aprendizagem que é o cotidiano de trabalho das organizações e serviços de saúde, entendido enquanto princípio educativo e espaço para desenvolver processos de luta dos setores no campo da saúde, possibilitando a formação de profissionais comprometidos ético e politicamente com as necessidades de saúde da população. O projeto VER-SUS/Brasil, enquanto dispositivo, pretende estimular a formação de trabalhadores para o SUS, comprometidos eticamente com os princípios e diretrizes do sistema e que se entendam como atores sociais, agentes políticos, capazes de promover transformações. Assim, a proposta do Ministério da Saúde, em parceria com a Rede Unida, com a Rede Governo Colaborativo em Saúde/UFRGS, com a UNE, com o CONASS e com o CONASEMS, é de realizar estágios de vivência no SUS para que os participantes possam ter a oportunidade de vivenciar e debater acerca da realidade do SUS.

O VER-SUS possibilita o despertar de uma visão ampliada do conceito de saúde, abordando temáticas sobre Educação Permanente em Saúde, quadrilátero da formação, aprendizagem significativa, interdisciplinaridade, Redes de Atenção à Saúde, reforma política, discussão de gêneros, movimentos sociais, questões que estão intrinsecamente relacionadas à saúde, ao SUS.
A vivência é um processo de imersão teórica, prática e vivencial dentro do sistema de saúde dos territórios de abrangência. A imersão é uma metodologia onde o participante fica 24h por dia, durante todo o período da vivência, disponível para atividades do projeto.

É criado o espaço necessário para realização de observações e vivências frente à realidade do Sistema Único de Saúde, participando e interagindo em grupos. São previstas atividades de aprofundamento teórico, a partir de seminários e oficinas didático-pedagógicas sobre aspectos da gestão do sistema, estratégias de atenção, exercício do controle social e processos de educação na saúde e no campo.

O VER-SUS é realizado numa metodologia de imersão, de forma transdisciplinar, com a participação de estudantes de graduação, residentes, técnicos e movimentos sociais. Nesse período, os participantes ficam hospedados juntos para que ocorram momentos de diálogo e troca de experiências relacionadas às vivências de cada dia. Será disponibilizado para os participantes: hospedagem, alimentação, transporte e material didático dentro do Sistema Municipal de Saúde.